As oportunidades e os benefícios da interiorização dos contact centers

Set 20 2016

 

A Flex, empresa de gestão de relacionamentos com foco em contact center e gestão de crédito e cobrança, completa no próximo dia 01 de outubro dois anos da implantação de uma unidade em Xanxerê, cidade no oeste catarinense. A empresa é a maior empregadora da cidade, com mais de 600 colaboradores e desde sua chegada em Xanxerê, a Flex se firmou como uma das principais empresas da região, oferecendo muitas perspectivas para os moradores como oportunidades de emprego, de crescimento profissional e até mesmo a possibilidade de fazer curso superior através de seu projeto de educação a distância, que já conta com mais de 30 funcionários cursando faculdade.

Josiane Becker, de 26 anos, é um dos exemplos que soube aproveitar as oportunidades que a empresa de contact center oferece. Antes da Flex, ela teve diversos empregos como vendedora de calçados e auxiliar de produção em uma fábrica de chás, onde trabalhava até 12 horas por dia com um salário baixo. Quando a empresa se instalou na cidade, Josiane ficou receosa de sair de seu emprego porque era uma empresa nova, porém se candidatou a uma vaga de teleatendente e passou, fazendo parte da primeira turma de funcionários da Flex em Xanxerê. “Depois de 64 dias como operadora, passei em um processo seletivo para supervisão, cargo que possuo há 1 ano e oito meses. Tive muitos empregos antes e nenhuma oportunidade de crescer, porém na Flex foi diferente e o próximo passo é alçar voos mais altos e me candidatar a um processo seletivo interno de coordenação”, comenta.flex portal call center

A supervisora comenta que, além da oportunidade de crescimento, conseguiu realizar o sonho de fazer faculdade com o polo de educação a distância da Flex em parceria com a Universidade Anhembi Morumbi, antes uma possibilidade muito distante por falta de tempo e também de condições financeiras, e atualmente cursa o 3º período do curso de gestão financeira. “A chegada da Flex melhorou muito as condições e também a economia da Xanxerê, que é uma cidade de 50 mil habitantes onde antes tinham opções muito restritas de emprego. A cidade cresceu e as perspectivas da população também melhoraram bastante”, comemora Josiane.

Interiorização

A opção de montar um site da Flex na cidade do Oeste Catarinense mostra a força do processo de interiorização, o movimento de buscar mão de obra qualidade em cidades menores com pouco oferta de emprego, garantindo assim oportunidades para os moradores da região e também desenvolvimento econômico da cidade. Para a empresa, também é uma forma de treinar e reter profissionais comprometidos e envolvidos.

Para a superintendente da Flex, Marina de Miranda, a empresa abriu muitas oportunidades de emprego e capacitação profissional. “Sentimos que além da equipe interna, a comunidade também valoriza a iniciativa da Flex de gerar empregos para que profissionais se desenvolvam em carreira em áreas comerciais e de gestão”, explica Marina, que conta que nesse curto período mais de 100 pessoas já foram promovidas na unidade, que atualmente tem um dos menores índices de turn over do mercado e da companhia (ver se tem esse número).

Marina é um exemplo de desenvolvimento de carreira dentro da própria empresa. Ela entrou na Flex em 2012 como consultora de comunicação e marketing e poucos meses depois tornou-se gestora da área. Em 2014, assumiu o desafio de ir para a área de operações e um ano depois saiu de Florianópolis para assumir a unidade de Xanxerê como gerente geral. Marina diz que contou com o apoio da família e do marido, que é autônomo, ao decidir sair de Florianópolis para se mudar para uma cidade pequena.

“Minha família e meu marido entenderam que era a oportunidade que eu procurava, e que aquele momento da minha carreira era o certo para uma mudança, então tomamos essa decisão juntos. No início foi difícil, principalmente pela falta que sentíamos da nossa família e dos amigos, mas com o tempo, começamos a cultivar novas amizades, a nos permitir conhecer novas pessoas e entender que a nossa vida enquanto casal passaria por uma transformação durante o período em que estivéssemos em Xanxerê”, declara. Hoje em dia, se diz muito feliz e realizada na vida pessoal e profissional.

Compartilhe

Submit to FacebookSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn