Profissionais com deficiência são bem avaliados por empresas

Dez 02 2014

 

imagem deficiente 400Em alusão ao Dia Internacional das Pessoas com Deficiência (3/12), a Catho divulga uma pesquisa, feita em parceria com a iSocial e com apoio da ABRH, mostrando o cenário do mercado de trabalho para esse perfil de profissional. Um dado que chama atenção é que 77% dos respondentes da pesquisa consideram que os profissionais com deficiência possuem comportamentos semelhantes ou até mais adequados do que os profissionais sem deficiência.

catho 1
 
Ainda falando das características desse perfil de profissional, na parte técnica não é diferente. Contrariando mais um mito, 54% dos entrevistados acreditam que a qualificação do profissional com deficiência está na média ou até mesmo acima dela.

catho 1

Embora o comportamento e o conhecimento técnico não sejam empecilhos para a pessoa com deficiência, o principal empecilho no recrutamento e seleção de PcDs, segundo a pesquisa, é a falta de acessibilidade na empresa. 65% dos profissionais de RH que responderam a pesquisa indicaram a acessibilidade como principal barreira para viabilizar a contratação de um profissional com esse perfil.

catho 1

Porém, há o interesse por parte das empresas em melhorar esse cenário. As contribuições mais citadas para a inclusão das pessoas com deficiência no mercado de trabalho demonstram o desejo por contrapartidas sociais para incentivar a empregabilidade das PcDs. Confira no gráfico abaixo:

catho 1

Pesquisa Catho e iSocial
A pesquisa foi feita com 2.949 profissionais de RH, em sua maioria mulheres, sendo que apenas 35% dos entrevistados possuem bom conhecimento sobre a Lei de Cotas, embora 45% possuam pós-graduação completa ou cursando. Quase metade dos profissionais de RH já entrevistaram pessoas com deficiência, o que mostra que boa parte dos respondentes já passou por essa experiência em algum momento.

Leia mais

Capacitação no contact center

Empregabilidade depois dos 40. Problemas e preconceitos

Como extrair o melhor do seu potencial e de sua equipe?

Compartilhe

Submit to FacebookSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn