Telemarketing salva mulher vítima de violência doméstica

Fev 02 2015

imagem telefone tecla 400Apesar de, muitas vezes, serem irritantes, as ligações de telemarketing podem ser úteis. No caso de mulher, da cidade de Lebanon, no Oregon, Estados Unidos, foi o que  a manteve viva.

A mulher recebeu uma ligação da vendora Chamilee McElroy, da Americare, Health & Nutrition, que desejava apenas realizar mais uma venda. Assim que a ligação foi atendida, Chamille pode ouvir gritos e a frase: "por favor, não me mate",foi quando repassou o problema para sua supervisora, que chamou o CEO da empresa, Mario Gonzalez, para ouvir a ligação.

Gonzalez entrou em contato com a polícia da cidade que enviou policiais até a residência onde encontrou Walter Warren John Ruck, de 33 anos, estava ameaçando sua esposa com um rifle. A mulher havia atendido a ligação e deixado o celular no bolso, mas não tinha ideia de que alguém ligaria para a polícia.

Oficiais da cidade entraram em contato com o call center e agradeceram o contato.

Leia mais

Empresa é multada por lentidão no atendimento

AES Eletropaulo terá que fazer melhorias no atendimento

Call Center ajudava a desviar dinheiro de clientes

Compartilhe

Submit to FacebookSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn